Mato Grosso do Sul
O estado do Mato Grosso do Sul nasceu da divisão de Mato Grosso, e tem o privilégio de mostrar para o mundo uma região abençoada pela natureza: na sua estória, os mares de Xaraés como a origem do Pantanal; a chegada dos primeiros colonizadores em busca do ouro; sua cultura construída a partir da influência da sua ocupação humana datada, de 10.000 A.C, pelos indígenas e da proximidade com a fronteira.
Localizado na região Centro-Oeste do Brasil juntamente com Goiás, Mato Grosso e Distrito Federal faz divisa com outros cinco estados brasileiros: Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Goiás, Mato Grosso e fronteira ao sul com o Paraguai e a Bolívia, sendo banhado pelo sistema dos rios Paraná e Paraguai e seus afluentes. Sua vegetação dominante tem características de cerrado.
O Pantanal, uma das maiores planícies de sedimentação e a maior planície inundável do mundo, tem aproximadamente 140 mil km², com 65% do seu território no Estado de Mato Grosso do Sul. Apresenta fauna e flora de rara beleza e abundância, influenciado por quatro grandes biomas: Amazônia, Cerrado, Chaco e de Mata Atlântica que se estende até a Região da Serra da Bodoquena. O Pantanal foi reconhecido pela UNESCO, no ano 2000, como Reserva da Biosfera, por ser uma das mais exuberantes e diversificadas reservas naturais da Terra.
De origem e tradição agropecuária, o Estado tem na sua gastronomia uma resultante dos elementos culturais e naturais que construíram suas tradições e costumes: a variedade de peixes que se reflete numa culinária rica e exótica, o churrasco com mandioca que também é muito apreciado, assim como o tereré (espécie de mate gelado), os doces caseiros feitos de frutas típicas da região. Da influência fronteiriça, destacam-se a chipa, a saltenha, a sopa paraguaia e o locro. Dentre as manifestações culturais, no artesanato a expressão indígena é predominante com belíssimas peças rústicas e originais.
Todo esse mosaico natural e cultural que o Estado de Mato Grosso do Sul abriga nos setenta e nove municípios, está à disposição para ser conhecido e desfrutado em dez regiões turísticas: Caminho dos Ipês, Bonito (Serra da Bodoquena), Caminhos da Fronteira, Cone Sul (Sete Caminhos da Natureza), Grande Dourados, Vale das Águas, Costa Leste, Rota Norte e Pantanal.
Fonte: Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul