Cidade do México

A gigante que encanta

 A Cidade do México é uma fascinante capital que seduz os visitantes com inúmeras opções. É uma das maiores regiões urbanas do mundo, dividida em 16 delegações e 300 colônias –ou bairros–, cujas características contrastantes poderiam avasalar a todos os que a visitarem pela primeira vez. Sua imensidão, no entanto, é sedutora, e isso é percebido pelos visitantes que chegam de noite no avião: aos seus pés, um interminável e fascinante carpete de luzes está aguardando.
Para quem quiser visitar a cidade do México pela primeira vez, deve saber que a maior parte dos atrativos turísticos se concentram no Centro Histórico: a Praça da Constituição – popularmente conhecida sob o nome de Zócalo –, a imponente Catedral Metropolitana, o Palácio Nacional e a zona arqueológica do Templo Mayor; além de uma grande quantidade de museus albergados nos casarões coloniais. A poucas quadras de distância encontramos a Praça Garibaldi, um cenário ao qual não podemos deixar de comparecer para viver o México profundo rodeado de cheiros de tequila e música de mariachi. Uma caminhada de 20 minutos em direção ao oeste nos levará à Praça da República, que alberga o Monumento à Revolução, em cujo subterrâneo se acha seu próprio museu.
O Bosque de Chapultepec, a maior área verde da cidade, está dividido em três seções e constitui uma das maiores atrações, tanto para turistas quanto para moradores. Nesse espaço está localizado o Castelo de Chapultepec, um interessante recinto museográfico e um excelente mirante para fotografar o poente da cidade; o Museu de Arte Moderno, e o imponente Museu de Antropologia. É importante lembrar que a maioria dos museus e zonas arqueológicas no país fecham nas segundas-feiras.
Após uma primeira aproximação com a cultura capitalina, será momento de visitar a Zona Rosa, onde há restaurantes e bares de ambiente cuja festa continua até altas horas da noite. Ou, num plano mais focalizado na cultura e o ambiente boêmio, as colônias (bairros) Condesa, Roma, Coyoacán e San Ángel, são polos turísticos onde se acham cafés aconchegantes, praças históricas, as melhores livrarias da cidade, mercados típicos e interessantes museus, além dos restaurantes e clubes modernos da cidade. Mais para o sul, a Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM), além de ser a principal do país, oferece uma arquitetura distintiva e impressionantes murais realizados pelos pintores mexicanos mais famosos. Nas instalações dedicadas à cultura se realizam concertos, funções teatrais, cinematográficas e de dança, com os melhores artistas nacionais e estrangeiros.
Sendo parte da herança histórica, é bom lembrar que os astecas construíram Tenochtitlan, o antecedente desta urbe, sobre o antigo lago de Texcoco. Desse modo, estabeleceram uma intrincada rede de canais para navegar a cidade. Após a chegada dos espanhóis, este rede foi destruída para abrir espaço à pavimentação paulatina de toda a área. Hoje em dia, os remanescentes da vida lacustre podem ser visitados em Xochimilco, no extremo sudeste da cidade. Aqui você pode contratar uma colorida trajinera (espécie de embarcação), ou embarcação de madeira, para viajar pelos canais e jardins. Escolha um dia da sua estadia na cidade do México para visitar as pirâmides de Teotihuacan, localizadas a 51 quilômetros no nordeste da capital mexicana.