Região Norte

Ótimo lugar para saber mais sobre as antigas civilizações

Pois é, não é só no Egito que tem pirâmides, tem uma porção delas aqui no Peru também, mais especificamente na Região Norte do país. Claro que elas são diferentes, construídas por povos diferentes, mas são igualmente espetaculares. Huacas do sol e da lua são os nomes das duas pirâmides de barro que foram construídas pelo povo moche, civilização pré-inca, a poucos quilômetros de Trujillo, uma das primeiras cidades fundadas pelos espanhóis na América do Sul e a terceira maior do Peru.
Trujillo é o berço das civilizações moches e chimús, que, diferente dos incas, realizavam suas construções em barro. Para conhecer um pouco mais desta cultura, é importante uma visita a Chan Chan, a antiga capital da civilização Chimú, que hoje é a maior cidade de barro da América. A área de 200 hectares é basicamente um imenso labirinto de muralhas de doze metros de altura que preservam a estrutura de um centro urbano pré-hispânico que foi declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. Chiclayo, que é conhecida hoje como a Capital da Amizade, fica a aproximadamente 200 quilômetros de Trujillo e abriga o museu Tumbas Reales do Senhor de Sipán, que reúne um impressionante acervo da cultura Moche, inclusive numerosas jóias utilizadas por eles.
Trujillo em si, é uma bela amostra da arquitetura colonial peruana. No caminho entre Lima e Trujillo, Huaraz reserva paraísos escondidos entre a Cordilheira Branca e a Cordilheira Negra. Huaraz também conta a história dos Chavíns, a única civilização das Américas que construiu um império sem ter um exército. Isso porque eles dopavam seus inimigos com um chá alucinógeno e os atraiam para labirintos, onde acabavam enlouquecendo e muitas vezes até mesmo se suicidando. Os labirintos ainda estão lá e podem ser visitados, assim como os chás também podem ser encontrados nos imensos mercados de bruxos da cidade.
Se depois de passeios tão culturais você quiser descansar um pouco e aproveitar as extensas praias de águas mornas, a sugestão é ir para as Praias de Tumbes ou para a Máncora, paraíso para pessoas que buscam tranquilidade e para os surfistas. Se você ainda está querendo explorar um pouco mais do que o norte do Peru tem para te oferecer, você pode esticar sua viagem para Iquitos e conhecer um pouco da floresta amazônica peruana.