Çanakkale

Memórias de batalha em uma bela cidade de praia

Çanakkale é uma cidade portuária que fica no ponto mais reduzido do estreito de Dardanelos, uma passagem que liga o Mar Egeu ao Mar de Mármara, e conecta a Europa à Ásia. Por sua localização, teve importância vital para o Império Otomano na dominação do Mediterrâneo Oriental e foi atravessada por exércitos persas do rei Xerxes I, mais tarde pelo exército de Alexandre, o Grande, e se tornou palco de importantes batalhas na região. Entre elas destaca-se a batalha de Gallipoli, umas das mais sangrentas da Primeira Guerra Mundial, entre ingleses, franceses, turcos e as tropas de ANZAC (Austrália e Nova Zelândia. No local das batalhas hoje está o Parque Nacional de Gelibolu ou de Gallipoli, uma área com 33 mil hectares onde estão localizados monumentos de bronze e mármore em honra aos soldados mortos, assim como cemitérios e museus. Gallipoli, do grego Kallipolis significa cidade bonita, por isso ao caminhar pelo parque é possível ter vistas incríveis; e para conhecer melhor os artefatos, armas e até barcos usados nesta e em outras guerras de diferentes épocas da região, recomenda-se uma visita ao Museu Naval de Kabatepe.
A cidade em si tem clima agradável e bons restaurantes que abrigam o visitante de forma acolhedora para essa jornada de exploração da história local. Bem próxima ao limite entre Europa e Ásia, Çanakkale é uma cidade moderna, recheada de belas praias e uma vivacidade cultural intensa. Kabatepe Kumsali é uma ótima pedida para quem deseja relaxar à beira mar. Com um ambiente tranquilo e descontraído, além de área coberta para piqueniques, o espaço é frequentado por famílias turcas e estrangeiras que se divertem aproveitando ao máximo o que o sol tem a oferecer. Outra praia que merece visita é a de Dardanos, com seu píer charmoso, águas calmas, transparentes e quase sem ondas. Para os amantes de camping e mergulho, a Komur Limani será uma experiência inesquecível. Com sua pequena enseada cercada por montanhas, a beleza do local é apaixonante. Suas piscinas naturais brilham em um azul profundo e com a ajuda de um snorkel ou equipamento completo de mergulho, o visitante embarca em um mundo submarino que brilha sob a luz do sol e atravessa sem esforço as águas cristalinas. À noite o clima de amizade contagia com fogueiras e festas que têm a lua como testemunha. Outro lugar de interesse dos turistas é o templo de Athena – atualmente composto apenas por suas ruínas – construído no século 6 A.C., e que oferece uma das vistas mais espetaculares de toda a região.
Entre as atrações da cidade também estão o Cavalo de Tróia, utilizado no filme protagonizado por Brad Pitt contando a história dos famosos poemas de Homero. Isso porque a cidade de Tróia, descoberta em 1870 pelo alemão Heinrich Schliemann fica a apenas alguns quilômetros dali. Antes desta descoberta não havia evidência alguma de que a história ou até mesmo sua localização fossem algo além de pura mitologia. Com as impressionantes muralhas que ficam no sítio arqueológico Hisarlik e estudos diversos sobre as escavações, foi possível estimar que a civilização da história tenha sido a sétima civilização que viveu no local – dentre nove que lá viveram e em épocas diferentes, tendo suas cidades construídas uma sobre o que havia restado da outra, ao longo de cerca de quatro mil anos – e teve sua destruição por volta de 1200 A.C.. Hoje o sítio arqueológico Hisarlik conta também com dois santuários datados do século 8 A.C., um teatro romano e uma casa que possivelmente teria sido o palácio do rei Priamo, pai de Paris, da história de Homero. Foi declarado pela Unesco um dos mais importantes do mundo e Patrimônio Mundial por ser visto como um dos retratos mais fiéis da evolução de povoados da Ásia Menor, seus conhecimentos, atividades e modo de se organizar. De fato, caminhar por suas ruínas é se transportar para o cenário desta bela história.