Um enclave de grande importância

Fundada em 1255, Kaliningrado já foi parte integrante da Polônia e da Alemanha também, fato esse que se reflete diretamente em sua arquitetura, bastante diferente da russa tradicional, até mesmo porque se trata de um território que fica fora da Rússia (Oblast), localizado entre a Polônia e a Lituânia, país que fazia parte da antiga URSS. É considerada a área mais ocidental da Rússia, e por muitos ainda desconhecida, o que é uma pena, pois faz parte de um dos tesouros do Leste Europeu. Banhada pelo Mar Báltico, a região é rica em âmbar, mineral fóssil muitas vezes considerado mais valioso do que o próprio ouro, o que suscitou a cobiça de conquistadores de todos os cantos do mundo na época do Império Romano, e colocou como pauta a criação da Rota “Colar de Âmbar”, em semelhança à famosa Rota “Anel de Ouro”, que abrange oito grandes cidades russas. Atualmente esses conquistadores ainda existem, mas em outros contextos: a “pequena Rússia”, como chamam os europeus, é considerada a "Hong Kong do Báltico", sendo uma zona especial para atrair investimentos; além disso, é a maior base militar fora do território russo, tem interesses culturais, voltado aos estudiosos do filósofo Immanuel Kant, e turísticos também, visto que a região tem pontos considerados Patrimônios Mundiais da Humanidade pela UNESCO.
O primeiro deles é o Parque Nacional Kurshskaya Kosa, uma região coberta por altas dunas de areia e uma floresta de pinhos retorcidos, cujos troncos formam figuras surreais que parecem ter sido criadas pelas mãos de artistas. Está localizado em um braço de terra que avança 98 km mar adentro, ao longo do qual estão os charmosos vilarejos de Lesloy, Ribachi e Morskoe, com bangalôs de férias, onde russos e alemães disputam o mesmo espaço todo verão, mesmo apesar das águas frias do Báltico. A Avenida Leninsky é a espinha dorsal da cidade, que cruza a Trestle Bridge, ponte que é uma espécie de representação emblemática da região, passando pela Catedral Vermelha, outra referência importante. Andando por mais 3 km chega-se à estação de trem Hauptbanhof, construída na época da ocupação alemã, com pisos em mármore e imensos lustres folheados a ouro, e funcionando a todo vapor em uma linha férrea com destino a Moscou, a 1289 km de distância, passando por Vilnius, capital da Lituânia e Minsk, da Bielorrússia; ou seja, mais um passeio que vale muito a pena fazer. Mais ao norte da Avenida Leninsky está o Largo Pobeby, com manifestações culturais, shoppings, edifícios modernos e a Catedral Cristo Salvador, que pode ser vista de diversos pontos da cidade.
Os portões que cercavam a cidade em uma fortaleza de 15 km nos meados do século XVIII são uma atração à parte; após os bombardeios durante a Segunda Guerra, restaram apenas dez, os quais foram restaurados por artistas germânicos, que conseguiram expressar todo seu esplendor de cada um deles. O Friedrischburg Gate abriga o Museu Oceânico, com aparatos de pesca e mar, inclusive achados arqueológicos de barcos de madeira; no King’s Gate está o museu com uma maquete da fortaleza e seus treze portões originais; no Dohna Towner Gate está o Museu do Âmbar, com a maior peça do mundo feita com o mineral, pesando 4.250 kg (!), além da reprodução em marfim e âmbar das caravelas Santa Maria, Pinta e Nina, bem como insetos pré-históricos fossilizados no interior de gemas da pedra. No centro de Kaliningrado está a Ilha de Kant, conectada com a cidade através da Honey Bridge - onde milhares de casais todos os anos colocam cadeados como símbolo do amor eterno -, e local de nascimento do filósofo homônimo, onde está a Catedral Sagrada Família, outro Patrimônio Mundial da “pequena Rússia”, onde está instalado o monumental órgão com a altura de um prédio de três andares, e mais de 8 mil pipes (tubos), bem como o museu de Kant, com seus objetos e obras. Outra parada obrigatória é o Bunker, abrigo a sete metros abaixo do solo, que funcionava como posto do comando germânico na Segunda Guerra Mundial, e hoje é um museu, cujas salas conservam a mobília e pertences pessoais da tropa alemã.