Algarve

O ponto de partida para as colonizações portuguesas

O Algarve está localizado no extremo sul de Portugal, e é considerada uma das regiões turísticas mais importantes tanto do país, como da Europa, pois oferece boas condições climáticas devido à sua proximidade com a África, ou seja, um tempo quente e ao mesmo tempo agradável, com bons ventos vindos do oceano. Boas praias, grandes áreas verdes e espaços de lazer bastante diversificados são as principais características da região. Além disso, foi daqui que os portugueses partiram em busca da descoberta de novas terras e povos no século XV. A arquitetura tem muito da herança deixada pelos mouros, e na natureza, amendoeiras, laranjeiras e outras árvores de fruto multiplicam-se pelos campos algarvios. Seus principais distritos são Albufeira, Lagos e Faro, cada qual com seus atributos peculiares.
Faro é a porta de entrada da região serrana e capital do Algarve, separada do Atlântico por uma lagoa e faz dela uma cidade acolhedora e tranquila, com um porto atrativo, parques e praças bem cuidadas, bem como uma parte antiga, Vila-Adentro, que garante uma vida noturna bastante animada. Percorrendo a vila a pé, é possível conhecer a Sé de Faro, que divide a praça com o Paço Episcopal e a Câmara Municipal. Mais adiante, o Museu Municipal de Faro e a antiga fábrica de eletricidade, que hoje abriga o Centro de Ciência Viva do Algarve. E quem achou que aqui não tinha praia, enganou-se: a Praia de Faro é urbana, e ótima para a prática de windsurfe. Mais cosmopolita, Albufeira tem sua economia voltada basicamente para o turismo e a pesca, bem como ruas repletas de casas não muito altas, bares, restaurantes e clubes que animam a cidade dia e noite. Com cerca de 30 km de costa, é o distrito de Portugal com mais praias “bandeira azul”, como Santa Eulália, Galé, Olhos d’Água e Maria Luisa.
No centro de Albufeira está o Zoomarine, um dos mais divertidos parques aquáticos, oceanários e aquários de Portugal, e um pouco mais distante dali, uma variedade de grutas e túneis naturais a serem explorados. Os principais monumentos da cidade são a Igreja Matriz, a Torre do Relógio e a Capela da Misericórdia, onde é possível conhecer muito mais sobre sua história. Lagos é a queridinha dos turistas, pois além de conservar muitos vestígios da época dos Descobrimentos Portugueses, como a Igreja Paroquial de Santa Maria dos Lagos, o Castelo dos Governadores e o Farol da Ponta da Bandeira, ainda tem praias lindíssimas, comoPorto de Mós, Meia Praia, Praia do Camilo, e a mais famosa, Dona Ana. Se perder nas ruas do Centro Histórico também é uma ótima pedida: ruas estreitas feitas com pedras portuguesas, rodeadas por restaurantes e lojas que terminam em pequenas pracinhas, uma mais bonita que a outra. Lagos também tem um Museu de Cera, inaugurado em 2014, e com diferentes cenários retratando momentos do período dos descobrimentos; vale a pena visitar também o monumento natural da Ponta da Piedade, assim como o Zoológico da cidade.