Polônia
 
Quando se pensa na Polônia, muitas pessoas imaginam um país triste, meio em preto e branco, com vestígios de guerra, como se fosse um passeio pelo cenário do filme “A Lista de Schindler”. Claro que ninguém pode negar o sofrimento que houve na região, e para quem gostou do filme ou tem interesse em história, a Fábrica Schindler, inspiração do filme, foi transformada em museu e é hoje aberta à visitação. Auschwitz, antigo campo de concentração nazista, também nos faz refletir sobre os horrores da guerra, mas apesar disso, a terra da vodka, de Frederic Chopin e do Papa João Paulo II tem muito mais a oferecer aos seus visitantes. De uma beleza natural até seus castelos medievais, a Polônia abriga mais de quatorze dos considerados “Patrimônios Mundiais da Unesco” e contagia o turista, oferecendo uma oportunidade única de ter um pé no passado e outro no futuro.
A capital Varsóvia, maior cidade do país, é uma metrópole vibrante com quase dois milhões de habitantes. Dotada de uma arquitetura medieval, a cidade conta com charmosos cafés, livrarias, e gastronomia diversificada. Seu centro histórico, totalmente restaurado após a destruição da Segunda Guerra, mantém a autenticidade e é considerado um dos patrimônios mundiais mencionado acima. Atualmente, a capital divide as atenções com a Cracóvia, antiga morada de reis que governavam a Polônia do Castelo de Wawel, parada obrigatória para apreciar a arquitetura medieval e conhecer a vida da nobreza que ocupava a região. Outro ponto turístico importante é o museu abrigado na Casa de João Paulo II. A cidade, que é um pólo intelectual e cultural, tem clima romântico e vida noturna agitada. A cinquenta quilômetros da Cracóvia está Wieliczka, uma mina de sal subterrânea com salões de baile, catedrais e um museu de estátuas de sal que também vale muito a visita.
A Polônia oferece ainda diversas opções de belezas naturais, como o Distrito dos Lagos Masurian, com mais de dois mil lagos. Para nadar, recomenda-se o Sniardwy, o maior da Polônia. Já o mais profundo, Hancza, permite mergulhos nos quais é possível explorar suas cavernas submersas em água cristalina. Para quem gosta de aventura ao ar livre, as Montanhas Stolowe oferecem vistas fabulosas e diversas formações geológicas que expostas a erosão, tornaram-se esculturas naturais. Já a Cordilheira Tatra, além da vista também conta com a “capital do inverno” da Polônia, a cidade de esqui Zakopane. Mais surpreendente ainda é o Deserto de Bledowska: por incrível que pareça é um deserto em plena Europa central, que em seus cerca de 10 km, emerge o viajante em outro universo, onde ainda é frequente a visão de miragens. Com virtudes históricas, culturais e uma beleza ímpar, a Polônia reserva ao seu visitante momentos únicos e inesquecíveis.

A partir de R$ 0,00

A partir de R$ 0,00

A partir de R$ 0,00

A partir de R$ 0,00