Bélgica

A tradição cervejeira da Bélgica é o mais novo Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela Unesco, e não é pra menos: os belgas fabricam cerca de 1500 cervejas diferentes, com diversos métodos de produção e fermentação, fazem receitas com a bebida, e (pasmem!) ao final de 2016, a cidade de Bruges inaugurou um “cervejoduto”, que transporta 4 mil litros de cerveja por hora, da fábrica à cervejaria, no centro da cidade. O objetivo? Proteger o Centro Histórico - também Patrimônio Mundial da Humanidade - dos caminhões pesados que fariam o transporte da bebida.
 
Chocolates deliciosos, artistas plásticos e histórias em quadrinhos também são marca registrada da Bélgica, que pode ser dividida em três países diferentes: ao norte estão os destinos mais famosos, como Bruges, Gent e Wallonia, conhecida por suas famosas águas de Spa; na Antuérpia está situado o distrito dos diamantes; e a capital, Bruxelas, concentra o melhor dos dois lados. Apesar da pouca extensão territorial, o país tem dois idiomas oficiais - flamengo, bem parecido ao holandês, e o francês. E se você “só” se comunica em inglês, não se preocupe, ele é amplamente falado.
 
E o melhor de tudo, é muito fácil se locomover pelo país. A uma linha ferroviária é bastante ampla, quase todas as cidades têm uma estação de trem, o que torna o passeio muito mais dinâmico e interessante. Capital e sede dos prédios da União Europeia, a Bélgica é um dos destinos de negócios mais procurados do mundo, mas Bruxelas ainda não está entre as cidades mais visitadas por turistas todos os anos, o que é uma pena, pois sabe receber muito bem os turistas e tem bastante a oferecer em troca.

A partir de R$ 0,00