• Slideshow Destinos El Morro Castle in San Juan

Porto Rico

Sobre | Pacotes | DestinosSolicite um orçamento

"Todas as ilhas são muito formosas, porém, esta última parece superar as outras em beleza", assim definiu Cristóvão Colombo ao desembarcar em Porto Rico, em 1493. Mas toda a sua perfeição revelada pelas maravilhas naturais dos cerca de 9 mil km², com nada mais menos que 700 km de orla marítima, era só o começo de tudo que esta ilha caribenha oferece aos milhares de turistas que a visitam todos os anos.

Depois de pertencer por séculos à Espanha, atualmente Porto Rico é um país, mas com algumas condições. Desde agosto de 1898, depois de uma guerra entre EUA e Espanha, ele é definido como “Estado Livre Associado aos Estados Unidos”, ou seja, apesar de ter leis próprias, a moeda oficial é o dólar e os cidadãos porto riquenhos não precisam de visto para ingressar nos EUA. Apesar de ter hino e bandeira própria, o país é protegido pela nação americana, o que o impede de estabelecer acordos comerciais com outros países.

Mas sem dúvida, a mistura das culturas anglo saxã com toda a sua organização, infraestrutura e luxo, somada ao jeito caliente do povo latino-americano não poderia resultar em uma coisa melhor. Um povo carismático, sorridente e muito, mas muito, hospitaleiro com os turistas que visitam este paraíso.
Sem dúvida nenhuma, sua história é a principal riqueza do povo porto riquenho, e orgulho entre os moradores, que conserva sua arquitetura antiga, com construções e muralhas para proteção durante as batalhas realizadas nos séculos anteriores, além dos casarões dos séculos XVII e XVIII restaurados e que conservam até hoje a origem do seu povo.

Soma-se isso a praias belíssimas, dispostas em parte no Mar do Caribe e no Oceano Atlântico, destinos fantásticos para o mergulho, perfeitas para o surf, imponentes hotéis e resorts à beira-mar, uma noite animada e paisagens de fazer inveja a qualquer ser humano.

Além disso, Porto Rico tem sido cada vez mais requisitado não apenas para aqueles que desejam passar a lua de mel, mas principalmente por quem quer se casar em um lugar paradisíaco e romântico por natureza. Um sonho que pode ser realizado em praticamente todos os hotéis da ilha.

Enfim, Porto Rico é mais que uma ilha do Caribe. É uma viagem completa que atrai todos os tipos de turistas, sejam aqueles que querem passar horas na praia sem fazer absolutamente nada, ou percorrer as cidades deste país, decifrando seus segredos e sua história, acompanhado de um dos povos mais hospitaleiros do mundo ao som de muita salsa, bomba (ritmo africano realizado ao som de tambores) e plena, os principais ritmos que movem o dia a dia desta terra abençoada.

Porto Rico - Destinos

  • San Juan
  • Fajardo
  • Ponce
  • Rincón
  • Rio Grande
  • Culebra
  • Vieques

Old San Juan, Condado e Isla Verde

Construída sobre as rochas, a capital de Porto Rico, San Juan, ou “La Ciudad Amurallada”, como também é conhecida, tem toda sua estigma na sua história. Considerada a segunda cidade européia mais antiga das Américas, ficando atrás somente de São Domingo, foi construída com base na segurança militar da ilha. Suas principais características são as fortalezas e castelos construídos em pontos estratégicos da cidade, que em tempos remotos era alvo de piratas e, atualmente, atrai a curiosidade de turistas.

Aqui as praias não são os principais cartões postais, mas sim as vistas inebriantes do alto das construções arquitetônicas, afinal são mais de 400 edificações todas restauradas. Para alguns podem parecer ostensivas, e são mesmo, já que a principal preocupação era manter a segurança e evitar a invasão de inimigos.

San Juan é dividida em 3 partes: Viejo San Juan ou Old San Juan (onde fica o setor histórico); o Condado, Miramar, Ocean Park, Santurce e Isla Verde (locais das melhores praias e resorts da cidade); e comunidades menores, como Bayámon, Carolina, Cataño, Guaynabo e Trujillo Alto.




Aqui estão as praias perfeitas para quem quer paz e tranquilidade, ao meio de águas calmas e cristalinas. Destino ideal para a prática de mergulho. Na praia de Seven Seas Beachs, os esportes náuticos são predominantes, como a vela, por exemplo.

Em Fajardo está localizado uma das principais áreas naturais preservadas da ilha, Las Cabezas de San Juan, não deixe de visitá-la. É uma reserva com centenas de acres, hábitat natural de inúmeras espécies de animais praticamente extinção, além de inúmeros corais, florestas secas, praias, lagoas e manguezais, um verdadeiro exemplo das diversas florestas presentes em todo o mundo. Durante o passeio, você irá conhecer o “El Faro de las Cabezas de San Juan”, um farol maravilhoso que certamente te levará a ter a vista mais deslumbrante e espetacular da ilha. Mas não esqueça que é imprescindível fazer reserva para conhecer este parque nacional.


Localizada na parte sul de Porto Rico, Ponce (“La Perla del Sur”ou “La Ciudad de los Leones”) não importa como é chamada, uma charmosa cidade também caracterizada pela sua história, com mansões, praças e museus. Não deixe de conhecer a Plaza las Delicias e admirar a Fonte do Leão, bem pertinho está a Catedral Nuestra Senõra de La Guadalupe, a santa padroeira de Porto Rico e do México. Para continuar a sua visita pelo centro histórico de Ponce, visite o curioso Parque de Bombas, um antigo quartel de madeira. Hoje virou um museu que, com certeza, fará a alegria da criançada, com muitos carros antigos. Além disso, todas as noites de domingo é possível apreciar o concerto da banda municipal.

Para finalizar o seu passeio pelo centro histórico de Ponce, pegue um bondinho que percorre todo o local, uma ótima maneira de conhecer um pouco mais sobre a cultura local de forma panorâmica.

Se você é daqueles que não abre mão de visitar os museus dos destinos que visita, com certeza irá se esbaldar no Ponce Museum of Art, com a maior coleção de arte do Caribe. Ao todo são mais de 1.000 pinturas e 400 esculturas, incluindo obras de famosos artistas , como Velasquez, Rubens e Rodim.
Dando continuidade às maravilhas de Ponce, não deixe de visitar mais um importante castelo, o Castillo Serralle’s, uma das obras arquitetônicas mais visitadas do Caribe, formada por um pátio com fontes e exuberantes jardins. A decoração impressiona, são inúmeras peças coloniais e um museu de açúcar e rum (a bebida favorita dos porto riquenhos).

Bem pertinho está a Cruceta El Vigia, uma cruz com 30 metros de altura que era usada para vigiar os navios que entravam na cidade. Atualmente, é claro, o local virou ponto turístico religioso e também um mirante fantástico onde é possível apreciar a cidade, ver as montanhas tocar o mar e ainda ter uma bela visão da pequena ilha Caja de Muertos, conhecida também como “Coffin Island” onde você pode visitá-la partindo do cais través de um ferry com praias desertas e águas com uma transparência incrível.


Mais uma cidade que atrai turistas de todo o mundo, principalmente os surfistas. Em algumas épocas do ano as ondas das praias podem chegar até 12 metros, ou seja, quem precisa ir ao Hawai, não é mesmo?

Conhecida também como “El Pueblo de los Bellos Atardeceres”(a cidade do belo pôr-do-sol), você já pode imaginar o que te espera, um entardecer magnífico. As praias são infinitas. A cidade é pequena, não tem mais que 17 mil moradores, porém é o terceiro município mais rico de Porto Rico, mas não espere grandes resorts, o local tem poucos e pequenos hotéis.

Aqui o destino é sem dúvida para os amantes do surf. Há quem diga que as melhores praias do Caribe para quem aprecia este esporte está em Rincón, como Domes Marias, Tres Palmas e Rincon Town Beach Plaza.

No inverno, se é que podemos falar que há inverno em Porto Rico, baleias corcundas podem ser vistas pela costa. Ou seja, mais um motivo para você desvendar esta cidade que é considerada uma das preferidas dos jovens


El Yunque, Luquillo

Uma boa recomendação para começar o tour pelo leste de Porto Rico é ir a Rio Grande. Com fácil acesso, e localizada a apenas 30 minutos a leste de San Juan, a cidade de Rio Grande também é conhecida como "La Ciudad del Yunque", fazendo uma referência a uma das maiores áreas de preservação ambiental dos EUA: a famosa El Yunque National Forest.

Especificamente, El Yunque tem mais de 115.000m² e está situada na Serra de Luquillo, compreendendo grande parte do território de Rio Grande. Por ali está preservado um raro ecossistema, composto por espécies de fauna e flora bastante curiosas, e com beleza sem igual. Para os amantes da natureza, será um prato cheio!

Para conhecer esta reserva, a dica é contratar guias turísticos, que já conhecem a região, e poderão orientar os viajantes conforme o tipo de passeio que combina com o seu estilo. Isso porque há atrações de todos os tipos em El Yunque, desde as mais calmas, como caminhadas por trilhas com baixo grau de dificuldade, até as atividades mais radicais, como rapel, escalada, tirolesa e canoagem.

Seja lá qual for a opção, por toda a reserva o viajante encontrará os encantadores coquis, que são simpáticos e minúsculos sapos que, com o seu bando, fazem uma verdadeira serenata pela reserva, tornando esta experiência ainda mais marcante.

Conhecer a cascata La Mina também faz parte das recomendações de atividades em El Yunque. Com 35 metros de altura, suas águas formam uma piscina natural ótima para nadar e relaxar depois da caminhada que se tem que fazer até chegar lá. Neste caminho, os visitantes também passarão por pontes, riachos e muitas outras paisagens naturais.

Mas nem só da reserva é feita Rio Grande! A cidade também oferece outros atrativos, como campos de golfe e acessos para lindas praias, como Coco Beach e Las Picuas Beach, onde os viajantes terão o privilégio de passar momentos de lazer com muita tranquilidade e descontração.
Para conhecer mais de Porto Rico, ainda neste clima praiano, a recomendação é seguir mais a leste de El Yunque, para Luquillo, a praia mais famosa da ilha. O acesso é facilitado, e não demora muito tempo.

Rodeada por coqueiros e com uma ótima infraestrutura para receber turistas, a região também propõe atividades para vários gostos. Para quem gosta de surfar, por exemplo, a praia La Pared é a recomendada. A La Playa Azul, por sua vez, é o lugar ideal para quem prefere águas mais calmas, para nadar, praticar snorkelling ou apenas relaxar apreciando as paisagens do lugar. Já no Balneário Luquillo estão centralizados quiosques e toda a infraestrutura para oferecer aos turistas momentos de lazer com toda a comodidade. Não deixe de conhecer!


Outra pequena ilha, porém o destino da praia mais espetacular de Porto Rico, a Flamenco Beach, com uma longa faixa de areia e águas calmas que se mesclam entre tonalidades de verde e azul, ideal para a família toda. Em Flamenco há uma ótima área de camping, porém é preciso fazer reservas. Não é à toa que a praia está entre as cinco mais belas do mundo pelo Discovery Channel.

Culebra na verdade é mais que uma ilha, podemos dizer que o município incorpora outras ilhotas ainda menores, como Cayo Norte, Cayo Ballena, Cayos Geniqui, Culebrita, Arrecife Culebrita, Cayo de Luis Peña, Las Hermanas, El Mono, Cayo Lobo, Cayo Lobito, Cayo Botijuela, Alcarraza, Los Gemelos, e Steven Piedra. Claro que este conjunto de ilhas servia como esconderijo perfeito para os piratas.

A preservação da natureza permanece em Culebra, mais especificamente em Culebrita, que hoje é mantida pelos EUA como uma reserva natural. Um bom exemplo é que lá está uma das duas colônias do mundo de tartarugas gigantes, espécie praticamente em extinção. Além disso, no Culebra National Wildlife Refuge há cerca de 85 espécies de aves marinhas.

Apesar de todo este cuidado, a visitação nas suas praias é permitida. O mergulho é o principal esporte, já que as águas das praias de Culebrita têm uma visibilidade quase ilimitada, ou seja, o pequeno arquipélago de Culebra é um dos mais recomendados para todas as formas de mergulho.
Para chegar a Culebra você pode optar por vôos domésticos, ou pegar um ferry que parte de Fajardo duas vezes ao dia. Já para visitar as ilhas menores, como Culebrita, é preciso contratar operadores locais, assim como para passear no Culebra National Wildlife Refuge, onde as visitas são controladas, para atingir o objetivo de manter a natureza intacta.


Esta pequena ilha de Porto Rico (34 km de comprimento por 5 km de largura), também conhecida como “La Isla Nena” e “Isabel Segunda” é com certeza um paraíso. Ocupada pela Marinha Americana por 62 anos, que se retirou somente em 2003, evitou a urbanização do local e garantiu que Vieques continuasse a ser tão natural como na época em que foi descoberta.

No seu passado índios Arawak, muito comuns na região do Caribe, viveram em Vieques que também era considerada um ponto de encontro de piratas durante o século XVII, graças a sua proximidade com Porto Rico e com St. Thomas (Ilhas Virgens). Diz a lenda que muitos tesouros podem estar escondido por lá.
Apesar de pequena, a ilha conta com alguma infraestrutura, como hotéis, aluguel de carros e é possível até acampar na praia de Sun Bay.

Mas vamos ao que interessa: as praias, estas sim são fenomenais. Só nesta ilha são 40, todas protegidas por árvores e coqueiros que a tornam ainda mais belas e aconchegantes. Os pontos turísticos históricos não são tão chamativos, apenas um museu localizado no forte da ilha (El Fortin Conde de Mirasol), chamado Museu Vieques de Arte e História, que guarda milhares de documentos. Entretanto, quem vai a Vieques quer mais passar horas à beira-mar ou mergulhando na Praia Azul, o nome já diz tudo, não é mesmo?

Outro passeio imperdível é nas águas de Mosquito Bay onde ocorre um fenômeno raro, graças aos milhões de dinoflagelados (minúsculos seres marinhos) que ao sentirem o movimento das águas formam cores incríveis, basta colocar a mão fora do barco para apreciar mais este espetáculo da natureza. Se possível vá à noite, o rastro iluminado é ainda mais inebriante.

Para chegar ilha há duas formas: de avião saindo do San Juan International Airport (cerca de 30 minutos de voo); ou de barco (ferry) partindo de Fajardo.

Preço por pessoa em apartamento duplo . Os valores serão convertidos no câmbio do dia de pagamento da reserva. Preços sujeitos a alteração sem prévio aviso.
Os valores não incluem o valor da nova taxa governamental IRRF, em vigor desde 1º de janeiro de 2016. Verifique com um de nossos Consultores.